Osteoartrite (Artroses)

O que é osteoartrite?

Osteoartrite é o mesmo que osteoartrose, artrose ou doença articular degenerativa. No conjunto das doenças agrupadas sob a designação de“reumatismos”, a osteoartrite é a mais freqüente, representando cerca de 30 a40% das consultas em ambulatórios de Reumatologia. É uma doença que afeta as juntas da maioria das pessoas acima de 50 anos de idade. No entanto, ela não é uma doença causada apenas pelo envelhecimento. Na verdade, não é toda pessoa idosa que terá Osteoartrite, embora a maioria realmente vá apresentar problemas por causa dessa doença. Na verdade, a Osteoartrite é um processo de alteração da junta que tem múltiplas causas e apresenta inflamação, que não é muito intensa, mas contribui para os sintomas que a pessoa apresenta e também para a deterioração da articulação acometida.

Imagem | Osteoartrite (Artroses)

Quem tem Osteoartrite?

Na maioria das vezes, são as mulheres as que mais sofrem com a Osteoartrite, embora homens também possam apresentar a doença. Embora a Osteoartrite não seja uma doença “genética”, tem tendência a ocorrer mais em pessoas de uma mesma família, principalmente quando ocorre nas mãos. A maioria dos pacientes acometidos por Osteoartrite tem acima de 50 anos de idade. Mas isso não quer dizer que todas as pessoas irão sofrer por causa da Osteoartrite. Isso ocorre porque uma boa parte dessas pessoas não terá sintomas atribuíveis à Osteoartrite. Assim, pode ocorrer, e de fato isso é comum, que uma pessoa apresente alterações em radiografias que sejam causadas por Osteoartrite, mas que jamais necessitem tratamento específico para essas alterações.

Quais os tipos de Osteoartrite?

Muitas vezes, as pessoas têm alterações que são manifestações de Osteoartrite, sem que se deem conta disso. Assim, os famosos “bicos-de--papagaio” e o joanete são alterações na maioria das vezes decorrentes de Osteoartrite, a despeito dos nomes populares. Como exemplo de Osteoartrite, temos:

  • Osteoartrite das mãos: são alterações nas juntas dos dedos, mais comuns entre a última falange e a falange do meio, mas também podem ocorrer entre a falange do meio e a primeira falange. Formam-se nódulos, geralmente dolorosos com pancadas mínimas, muitas vezes doendo mais pela manhã, ao acordar, além de apresentar inchaço e deformidades, com desvio dos dedos;
  • Osteoartrite da coluna: aqui temos como forma muito comum os “bicos-de-papagaio”. São mais comuns nas regiões cervical (pescoço) e lombar, que são as de maior mobilidade da coluna;
  • Osteoartrite dos joelhos e do quadril: são uma forma muito comum, principalmente em joelhos, causando muita dor, crepitação (estalos), deformidades, inchaço e são causa importante de dificuldade para locomoção. A Osteoartrite do quadril pode às vezes ocorrer de forma relativamente rápida e, em alguns casos, requerer a substituição cirúrgica da articulação do quadril por uma prótese.

O que causa a Osteoartrite?

Boa parte dos ossos é revestida por um material claro, relativamente translúcido, que não tem nervos nem vasos sanguíneos (portanto não dói nem sangra), chamado cartilagem. Essa cartilagem, que participa no amortecimento dos impactos durante os movimentos, sofre um processo de destruição durante a Osteoartrite. Assim, o osso que fica logo abaixo dessa cartilagem enfrenta aumento de pressão e também se deteriora. Da mesma forma, os tendões, músculos e ligamentos que envolvem a junta são afetados quando existe Osteoartrite. Diferentemente da cartilagem, o osso que fica abaixo dela é rico em nervos e sangue e as estruturas como tendões, músculos e ligamentos têm muitas terminações nervosas. Logo, as dores que as pessoas apresentam podem originar-se no osso que fica abaixo da cartilagem ou nas outras estruturas que têm nervos.

Quais os sintomas da Osteoartrite?

A dor é a principal manifestação e, normalmente, está associada com alguma atividade física, mesmo que às vezes seja o simples ato de caminhar. Além da dor, inchaço nas juntas, geralmente causado pela inflamação que ocorre na Osteoartrite ou por deformidades por formação de “osso osteoartrósico”. Barulho e crepitação também podem ocorrer nas juntas, além de deformidades, com desvio do eixo dos ossos.

Como se diagnostica a Osteoartrite?

A história clínica, caracterizada por dor que chamamos de mecânica, isto é, provocada pelo esforço, inchaço nas juntas e deformidades, além dos achados ao exame físico, são fundamentais para que o reumatologista pense no diagnóstico de Osteoartrite. Os exames de imagem, como a radiografia, auxiliam muito no diagnóstico e, em situações especiais, pode-se necessitar de exames adicionais, como a tomografia computadorizada ou a ressonância nuclear magnética.

Qual o tratamento da Osteoartrite?

O tratamento da Osteoartrite compreende medidas não farmacológicas(não usa medicamento: como a perda de peso, exercícios regulares, acupuntura, fisioterapia) e farmacológicas (analgésicos, anti-inflamatórios, condroprotetores e infiltrações articulares com corticoesteroides/acidohialurônico).

Fonte: Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR)

Este conteúdo é apenas um informe educativo e não substitui uma consulta presencial.
Para obter um diagnóstico preciso é necessária a consulta com um médico especializado.